IE Not suppported

Sorry, but Internet Explorer is no longer supported.

For the best D2L.com experience, it's important to use a modern browser.

To view the D2L.com website, please download another browser such as Google Chrome or Mozilla Firefox.

Retenção de alunos no ensino superior: como ajudar na rotina de estudos no EAD

  • 4 min para ler

Veja como uma rotina de estudos eficiente para a educação a distância pode auxiliar na retenção de alunos no ensino superior e nos resultados das IES.

Diante das constantes mudanças do setor, instituições espalhadas por todo o planeta lidam com um desafio em comum: aumentar a retenção de alunos no ensino superior.

Há uma série de possibilidades que afetam esses resultados, dentre elas, a qualidade de aprendizagem e flexibilidade que a própria IES oferece.

Por essa razão, os últimos anos também têm presenciado um crescimento exponencial do ensino a distância (EAD). De acordo com o relatório do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), entre 2016 e 2018 houve um salto de 45% no número de matrículas nessa modalidade.

No entanto, o momento atual, marcado pela crise do novo Coronavírus e a necessidade de isolamento social, obrigou diversas instituições a fecharem as portas para o ensino presencial e se adequarem às aulas online.

Essa realidade acirrou a preocupação das IES com a retenção de alunos no ensino superior, tanto em relação às mudanças quanto à situação financeira dos estudantes, visto que a taxa de inadimplência alcançou 25,3% em abril deste ano, conforme dados do Semesp.

Nesse cenário, como as instituições podem auxiliar na adaptação dos estudos a distância e aumentar o engajamento dos alunos? Para te auxiliar nesse processo, elaboramos um guia completo, confira!

Saiba mais: 5 benefícios de usar a tecnologia educacional e a aprendizagem ativa com a plataforma Brightspace

Como auxiliar nos estudos EAD e aumentar a retenção de alunos no ensino superior?

Os professores e reitores podem empregar algumas medidas para apoiar a adequação dos alunos à modalidade de aprendizagem EAD. Dentre as principais ações estão:

Definir objetivos e prioridades

O primeiro passo para uma implementação linear e organizada do ensino a distância é o planejamento. Por isso, é preciso definir objetivos e qualificar prioridades que envolvam a curadoria de conteúdos, grades de aulas e as atividades desempenhadas.

Diante disso, é importante também, nesta fase, identificar as principais ferramentas que apoiem essa integração, permitindo uma melhor comunicação com a turma e fluxo dinâmico de todas as ações desempenhadas.

Por outro lado, esse plano de aula deve prezar uma das características elementares do ensino a distância: flexibilidade. Para tal, é fundamental suscitar a autonomia dos estudantes no desenvolvimento do conteúdo através de atividades e projetos práticos.

Elaborar uma agenda de tarefas

Depois de definido os objetivos e todas as prioridades das aulas, é momento de elaborar uma agenda de tarefas e compartilhar esse material com os alunos.

Essa ação auxiliará na organização dos conteúdos e das incumbências durante o semestre ou período online. É importante que todo o calendário seja repassado à turma com clareza, aumentando a motivação, engajamento e proatividade dos estudantes.

Evitar distrações durante as aulas

Outro processo fundamental para maximizar os resultados das IES e priorizar a retenção de alunos no ensino superior é a qualidade das aulas. Nesse cenário, é fundamental criar um ambiente tranquilo e seguro para ministração dos treinamentos.

Dessa forma, é essencial evitar distrações (como cômodos muito movimentados ou falatórios), assegurar o funcionamento das plataformas ou ferramentas utilizadas, testar equipamentos e verificar quaisquer outras características do ambiente ou material que possam afetar a concentração dos alunos.

Criar uma rede aberta para orientação dos alunos

Por fim, os professores precisam elaborar um canal aberto para orientação direta dos estudantes e acompanhamento.

É possível empregar por meio da utilização de fóruns onlines, redes de contato, reuniões ou outras estratégias que acirre o relacionamento entre os profissionais e a turma.

Desse modo, é possível, inclusive, identificar dificuldades e auxiliar os alunos de acordo com suas necessidades nas matérias em questão.

Veja também: Como será a experiência de aprendizagem dos alunos no ensino superior pós-crise e pandemia?

Conte com a plataforma Brightspace da D2L

A plataforma Brightspace, da D2L, é um sistema de gestão de aprendizagem que permite a criação de cursos completos com diferentes ferramentas, como trilhas de aprendizagem, gamificação, distintos modos de apresentação de conteúdo e a possibilidade de materiais em diversos formatos.

Com um design intuitivo e responsivo, a plataforma Brightspace facilita a transição da aula presencial para online e prioriza a experiência do estudante, melhorando os resultados da universidade, engajamento e retenção de alunos no ensino superior.

Deseja saber mais? Entre agora mesmo em contato e conte com todo apoio da D2L.

Fique por dentro Inscreva-Se

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment Submitted

Thank you for your comment

Cadastre-se já

Por favor, preencha o campo obrigatório.
O número de telefone deve ser um número válido.

Obrigado por se inscrever!

Inscreva-se no nosso blog

Receba as últimas notícias e dicas de especialistas para ajudar você a aproveitar ao máximo sua plataforma de aprendizagem.

Cadastrar