7 passos simples para fazer a migração para uma plataforma EAD | D2L Brasil
IE Not suppported

Sorry, but Internet Explorer is no longer supported.

For the best D2L.com experience, it's important to use a modern browser.

To view the D2L.com website, please download another browser such as Google Chrome or Mozilla Firefox.

7 passos simples para fazer a migração para uma plataforma EAD

  • 5 min para ler

Sabemos que o ensino remoto se tornou, por muitos meses ao decorrer da pandemia, a única forma dos alunos continuarem com o processo de aprendizagem. Esse cenário aumentou consideravelmente e busca e migração para uma plataforma EAD.

Embora essa modalidade educacional tenha ganhado espaço durante a crise, o ensino a distância tem crescido nos últimos anos e não é por acaso, essa opção oferece aos alunos flexibilidade, autonomia e, até mesmo, cursos com valores mais atraentes se comparados ao presencial.

Por outro lado, estima-se que a demanda no setor de educação pode aumentar consideravelmente após a pandemia, influenciada, principalmente, pelo avanço da vacinação em todo o país.

Para se ter uma ideia, dados divulgados pelo G1 nos revelam que 43% dos entrevistados que postergaram a faculdade pretendem começar o curso no primeiro semestre de 2022.

Nesse cenário, as universidades precisam possuir uma boa estrutura não somente para melhorar o suporte aos atuais alunos, mas também para preparar todo o ambiente para os novos estudantes que chegarão ao universo acadêmico.

Com isso, a migração para uma plataforma EAD robusta é crucial. Entenda abaixo os principais desafios que as instituições de ensino enfrentam nesse processo e como fazer uma migração eficiente. Continue com a sua leitura e saiba mais!

Leia mais: Aprendizagem online: como minimizar os impactos da pandemia na saúde mental de alunos e professores?

Desafios na adoção de uma plataforma EAD

A crise da Covid-19 fez com que, de uma hora para outra, as instituições precisassem se adequar rapidamente ao mundo virtual.

O problema? Muitos desses centros educacionais não possuíam uma infraestrutura apropriada para seguir com as aulas online ou, ainda, adotaram ferramentas obsoletas que permitiam apenas a continuação das aulas baseado naquilo que já acontecia no presencial.

Com isso, muitas instituições não conseguiram implementar o EAD de uma forma efetiva e proporcionar aos alunos um processo educacional mais transparente, personalizado e eficiente.

Além da ausência de uma tecnologia adequada, outros desafios que prejudicam essa transição são:

  • Falta de planejamento;
  • Falta de preparação dos professores;
  • Pouco entendimento acerca das necessidades dos alunos;
  • Ausência de conteúdos apropriados para o mundo online;
  • Falta de planejamento para avaliar os alunos apropriadamente.

Para resolver esses problemas, é crucial que a instituição disponha de um ambiente online robusto, muito bem planejado e com todos os recursos necessários para os estudos a distância.

Mais lidos: Tecnologias de aprendizagem: Como criar uma sala de aula baseada em dados

7 passos para fazer a migração para uma plataforma EAD

Dentre as principais ações para realizar uma migração efetiva para uma plataforma EAD estão:

1.   Entenda todo o processo de migração

O primeiro passo da migração para uma plataforma EAD, sem dúvidas, é compreender todo esse processo de mudança, o que é e quais são as etapas ou departamentos que envolvem.

Teoricamente, a migração para o EAD consiste apenas em uma mudança de plataforma ou implementação de um sistema mais robusto.

No entanto, na prática esse processo não é tão simples quanto parece, isso porque depende de um profundo entendimento a respeito da tecnologia e suas implicações, assim como o passo a passo para fazer essa migração.

2.   Mapeie a sua operação EAD e entenda a viabilidade da migração

Elencando o tópico anterior, é momento de levantar informações acerca da sua própria operação. Ou seja, entenda como as suas aulas ocorrem atualmente e como é a infraestrutura tecnológica da sua instituição.

Caso a sua universidade já conte com um sistema de aprendizagem ou ferramenta relacionada, é preciso compreender os prós e contras de fazer essa migração, levando em consideração os problemas que a plataforma tem apresentado.

3.   Faça um planejamento robusto

Ao entender a viabilidade da migração para a plataforma EAD, é preciso fazer um planejamento detalhado e robusto para garantir que esse processo seja realizado de maneira efetiva.

Esse plano deve considerar não somente cada etapa de migração, mas também os responsáveis, datas, previsões e tempo total necessário para a mudança completa.

4.   Preveja riscos e possíveis impactos

Outro ponto importante são os riscos que essa migração representa à sua instituição. Isso significa que, durante a mudança, podem ocorrer diversos problemas, como paradas, perdas de dados e outros impactos.

Por isso, é preciso mapear esses possíveis riscos e definir maneiras estratégicas de corrigir falhas caso elas ocorram.

5.   Envolva os alunos e professores na migração

A migração e uso da Plataforma EAD apenas serão efetivos se a instituição envolver todos os agentes, ou seja, professores e alunos.

Todos precisam compreender as mudanças da instituição, motivos, objetivos e o que se espera deles com a adoção dessas novas tecnologias.

Ao envolver os docentes e estudantes, é possível acompanhar também como eles têm se adequado à plataforma, assim como mapear as principais dúvidas e dificuldades.

6.   Faça testes estratégicos

Durante a implementação, é crucial realizar testes estratégicos para garantir que todas as ferramentas estejam desempenhando suas funções.

Nesse cenário, é vital testar, por exemplo, as transmissões de conteúdos, indicadores de avaliação, integrações, ferramentas de comunicação e outras aplicabilidades semelhantes.

7.   Escolha um LMS que atenda às necessidades da sua instituição

Muitas instituições acreditam que migrar para o EAD é somente replicar o que acontece no presencial no universo online. Porém, não é bem assim que as coisas funcionam.

Para que as aulas virtuais sejam efetivas, é preciso criar um novo mundo e explorar todas as possibilidades que a tecnologia já oferece às instituições.

Para tal, a escolha de um LMS adequado, que atenda às necessidades da sua instituição, é fundamental.

Por isso, ao buscar por uma nova plataforma EAD, verifique todas as utilidades do sistema, assim como integrações oferecidas ou nativas e suporte ofertado em todo o processo de implementação.

Leia mais sobre o assunto: Como escolher a melhor plataforma EAD para o ensino superior

Conheça a Plataforma EAD Brightspace!

A Plataforma EAD Brightspace é um sistema de gestão da aprendizagem completo, intuitivo e responsivo. Oferecida pela D2L, uma empresa líder do mercado educacional há mais de 20 anos, a Plataforma Brightspace permite a criação de cursos e treinamentos no ambiente online com todas as funcionalidades que a sua instituição precisa para se destacar.

Contando com ferramentas de gestão simplificadas e completas, a Plataforma Brightspace facilita o acompanhamento estratégico do aluno e a implementação de um processo de ensino mais personalizado, com adoção de metodologias ativas.

Dessa forma, a sua instituição alcança diferencial competitivo, melhor engajamento dos estudantes, aumento da retenção de matrículas e sustentabilidade para crescimento a longo prazo.

Quer saber mais? Acesse agora mesmo, solicite uma demonstração gratuita e veja como a Plataforma Brightspace funciona na prática.

Fique por dentro Inscreva-Se

Cadastre-se já

Por favor, preencha o campo obrigatório.
O número de telefone deve ser um número válido.

Obrigado por se inscrever!

Inscreva-se no nosso blog

Receba as últimas notícias e dicas de especialistas para ajudar você a aproveitar ao máximo sua plataforma de aprendizagem.

Cadastrar