IE Not suppported

Sorry, but Internet Explorer is no longer supported.

For the best D2L.com experience, it's important to use a modern browser.

To view the D2L.com website, please download another browser such as Google Chrome or Mozilla Firefox.

Como motivar os alunos em tempos de pandemia? Veja 5 dicas

  • 4 min para ler

Entenda como motivar os alunos em tempos de pandemia no ensino online com 5 dicas práticas e qual o papel das instituições de ensino.

No momento atual, um dos principais desafios das instituições é entender como motivar os alunos em tempos de pandemia e implementar medidas para assegurar o engajamento dos estudantes nas aulas.

Afinal, os encontros online não são novidades apenas para instituições de ensino ou professores, mas também para os próprios alunos, que estão tentando conciliar essas disciplinas ao mesmo tempo que lidam com todas as incertezas que ainda rondam o mercado.

Leia também: Retenção de alunos no ensino superior: como ajudar na rotina de estudos no EAD

Diante disso, caso as instituições de ensino superior não adotem ações para engajar os alunos e ajudá-los nos estudos, as consequências na vida acadêmica podem ser bastante preocupantes.

Para se ter uma ideia, de acordo com um estudo realizado pela Pearson, 2 em cada 3 entrevistados acreditam que os alunos que terminarem suas disciplinas online em 2020 não reterão todas as informações necessárias.

Nesse aspecto, qual o papel das IES para auxiliar seus estudantes e como motivar os alunos em tempos de pandemia? Para responder esses questionamentos, elaboramos um conteúdo completo. Continue com a sua leitura e saiba mais!

Como motivar os alunos em tempos de pandemia?

Dentre as principais ações que você pode empregar na sua instituição de ensino, separamos 5 dicas:

1 – Personalizar o ensino e a interação com os alunos

Pode parecer até irreal, principalmente no cenário em que o ensino online (apenas uma extensão do que acontecia em sala de aula presencialmente, porém, no universo digital) está tão em alta.

No entanto, personalizar o ensino e a interação com os alunos permite que as instituições adequem processos eficientes para realizar uma migração bem sucedida ao EAD.

Você pode se interessar: Entenda as diferenças entre o ensino online e ensino a distância

2 – Implementar metodologias ativas

Elencando o tópico anterior, apenas é possível customizar o ensino por meio da implementação de metodologias ativas.

Dentre as principais, podemos citar:

  • Trilhas de aprendizagem: são caminhos personalizados que cada aluno faz de acordo com as suas necessidades;
  • Sala de aula invertida: essa é uma das metodologias mais comuns dentro das instituições de ensino. Basicamente, ela se caracteriza pela troca do papel do aluno e do professor nas aulas. Ou seja, nesse sentido, o aluno é responsável por aprender os conteúdos e o professor se torna um intermediador nos momentos de trocas de informações;
  • Gamificação: consiste em um método que os conteúdos são baseados nos conceitos de jogos. Com isso, o aluno ganha pontos ou prêmios por avançar nos estudos. Em muitos casos, é possível criar um ranking com os melhores estudantes de cada disciplina, de modo a suscitar o engajamento desses alunos.

A implementação de metodologias ativas depende diretamente de um planejamento educacional eficiente, considerando a realidade das IES e necessidades dos estudantes.

3 – Abrir um canal de comunicação e colher a percepção dos alunos

Um dos caminhos para garantir a motivação dos alunos em tempos de pandemia é sempre colher a percepção desses estudantes a respeito da própria instituição, materiais, tecnologias adotadas ou outros assuntos que estejam diretamente relacionadas com a experiência de ensino.

Para tal, é possível abrir um canal de comunicação e interação com os alunos, que garante não apenas uma troca transparente de informações, mas também feedbacks que podem orientar melhorias nos processos internos das IES.

4 – Implementar treinamento para preparar os professores

Não podemos falar a respeito de como motivar os alunos em tempos de pandemia sem citar o papel dos professores nessa missão.

De modo geral, é fundamental que as instituições de ensino implementem treinamentos para os docentes, seja em relação às metodologias utilizadas ou ferramentas.

Quanto mais integrados os professores estiverem, melhores serão as aulas e mais engajados os estudantes se sentirão.

5 – Adotar ferramentas apropriadas

Por fim, para alcançar a motivação dos estudantes é preciso adotar ferramentas apropriadas para a disseminação das aulas, aplicação de avaliações, feedback, trabalhos práticos e outras necessidades envoltas ao processo de ensino.

É válido ressaltar que é de suma importância garantir que os recursos escolhidos sejam capazes de atender tudo o que a sua instituição de ensino precisa.

Saiba mais: 5 passos para assegurar a retenção de alunos no ensino superior

Conheça a plataforma Brightspace

A plataforma Brightspace, da D2L, é um sistema de gestão da aprendizagem que permite a criação de cursos e treinamentos onlines.

Combinando as melhores possibilidades do mercado, tecnologia avançada, suporte aprimorado e design responsivo, a plataforma apoia as instituições de ensino na migração para o universo digital.

Desse modo, o sistema auxilia as instituições na missão de como motivar os alunos em tempos de pandemia, potencializando o processo de aprendizagem e melhorando assimilação das aulas.

Deseja saber mais? Entre agora mesmo em contato e conheça todos os diferenciais da D2L.

Fique por dentro Inscreva-Se

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment Submitted

Thank you for your comment

Cadastre-se já

Por favor, preencha o campo obrigatório.
O número de telefone deve ser um número válido.

Obrigado por se inscrever!

Inscreva-se no nosso blog

Receba as últimas notícias e dicas de especialistas para ajudar você a aproveitar ao máximo sua plataforma de aprendizagem.

Cadastrar