Novas metodologias de ensino para inovar a sua instituição | D2L Brasil
IE Not suppported

Sorry, but Internet Explorer is no longer supported.

For the best D2L.com experience, it's important to use a modern browser.

To view the D2L.com website, please download another browser such as Google Chrome or Mozilla Firefox.

Novas metodologias de ensino para inovar a sua instituição

  • 6 min para ler

As metodologias de ensino tradicionais perderam espaço. Hoje tudo é feito para envolver o aluno. Confira as novas metodologias de ensino para trazer inovação para a sua instituição.

Com as mudanças no mundo educacional, não apenas a adoção de tecnologias mais modernas têm sido mais frequente, mas também a implementação de novas metodologias de ensino.

Sabemos que o perfil do aluno atual sofreu profundas disrupções. Com a transformação digital, atuais hábitos de consumo e a chegada das novas gerações nas instituições, os alunos estão cada vez mais exigentes, desejando aprender por meio de maneiras diferenciadas.

Por outro lado, a pandemia também influenciou muito as alterações no processo de ensino e aprendizagem. Com a necessidade de garantir o cumprimento das medidas sanitárias de combate à covid, instituições de todo o planeta adotaram o EAD, acelerando exponencialmente um processo de virtualização que vinha acontecendo aos poucos.

Com todo esse cenário, entendemos que as estratégias de aprendizagem tradicionais já não são efetivas para engajar e garantir a boa performance dos alunos. É com isso que entram em cena as novas iniciativas. Entenda o que são metodologias de ensino, benefícios e as principais.

Mais lidos: Aprendizagem online: como minimizar os impactos da pandemia na saúde mental de alunos e professores?

O que são metodologias inovadoras de ensino?

De maneira prática, as metodologias de ensino inovadoras consistem em um conjunto de técnicas, princípios e recursos utilizados única e exclusivamente para a construção do saber.

Ou seja, as metodologias são responsáveis por mapear e definir o processo de ensino, assim como o papel do professor em sala de aula, o que se deseja ensinar aos alunos e fluxos envolvidos na edificação da aprendizagem.

As metodologias tradicionais, geralmente, são pautadas na figura do docente. Isso significa que o professor carrega a missão de produzir ativamente o conhecimento do estudante. Esses fluxos, porém, colocam o aluno como simples receptor no processo de ensino, com pouca capacidade de buscar, participar ou alterar o seu próprio fluxo de aprendizagem.

As novas metodologias de ensino, porém, chegaram para romper com os paradigmas das iniciativas de educação tão habituais nas instituições brasileiras.

Essas estratégias inovadoras visam colocar o aluno como centro, responsável pelo seu próprio aprendizado, assim como participante ativo de como e quando esse conhecimento é construído.

Você pode se interessar: Tendências educacionais na sala de aula: como engajar os alunos das gerações Y e Z?

Quais são as 5 novas metodologias de ensino?

Existem inúmeras metodologias que são capazes de tornar o processo de aprendizagem mais dinâmico e atraente para os alunos. Porém, dentre os tipos de metodologias de ensino que são tendências no mundo educacional atual, destacam-se:

1. Ensino Híbrido

O ensino híbrido nada mais é do que a combinação do ensino presencial ao remoto. Ou seja, o aluno faz determinadas aulas, atividades ou disciplinas no ambiente físico, enquanto outros processos ocorrem no espaço virtual.

Essa metodologia ganhou um destaque bastante relevante na crise do coronavírus, isso porque tem permitido que as instituições retornem ao local físico sem prejudicar a saúde e segurança de todos os agentes envolvidos no fluxo educacional.

Por outro lado, a adoção do ensino híbrido já vinha caminhando a passos lentos e não é por acaso, essa metodologia promove mais flexibilidade, se adequando completamente à rotina do aluno.

Além disso, o hibridismo valoriza os encontros presenciais para debates entre os estudantes e professores, além de projetos.

Com isso, os matriculados conseguem desenvolver não apenas as competências necessárias para serem aprovados nas disciplinas, mas também habilidades socioemocionais, como pensamento crítico, amabilidade, empatia, comunicação e criatividade.

2. Metodologia Ativa

A metodologia ativa pode ser definida como as estratégias de ensino pautadas no aluno. Isso significa que toda a construção da aprendizagem, desde os conteúdos repassados durante as aulas, layout do AVA, formato dos materiais, processos de avaliação e todas as outras iniciativas levam em consideração o perfil e preferências do aluno.

É por meio das metodologias ativas que as instituições de ensino conseguem elaborar um ensino individualizado e totalmente personalizado. Dentre as iniciativas adotadas nessa estratégia estão:

  • Gamificação (processo de aprendizagem baseado em jogos);
  • EBC (Ensino Baseado em Competências);
  • Sala de aula invertida;
  • Ensino Baseado em Projetos.

3. Educação STEM

O STEM faz parte da inovação nas novas metodologias de ensino, isso porque traz à tona o conceito de aprendizagem multidisciplinar, que auxilia na formação de profissionais preparados para inovarem tecnologicamente.

A sigla é baseada em quatro disciplinas específicas, são: S (Science ou Ciências Naturais), T (Technology ou Tecnologia), E (Engineering ou Engenharia) e M (Mathematics ou Matemática).

Por sua vez, essa iniciativa permite que o estudante entenda a sua disciplina de maneira globalizada, compreendendo cada viés e como a sua área impacta outros setores da sociedade.

Quer um exemplo? Vamos imaginar um estudante do curso de jornalismo. O que se espera é que esse aluno estude apenas técnicas de comunicação, redação ou, no máximo, relações públicas, certo?

Pois não é bem assim, existem disciplinas voltadas para história, sociologia e direito. Com isso, toda a turma compreende o papel de um jornalista na sociedade, assim como seus direitos e deveres.

4. Aprendizagem Experimental

Esse método é bastante comum nas salas de aula tradicionais, porém, voltado a apenas uma disciplina em questão. Por isso, tem sido explorado de maneira mais estratégica nas novas metodologias de ensino.

Na prática, a aprendizagem experimental é uma forma de reunir alunos e professores de diferentes matérias para a construção do entendimento.

Ou seja, vamos supor que os alunos estejam aprendendo a respeito da segunda guerra mundial nas aulas de história, por que não reunir outras disciplinas e falar a respeito das descobertas médicas da época, manifestações artísticas e religiosas, mudanças políticas e outros?

Essa mesma lógica pode ser aplicada em praticamente todos os temas. Por exemplo, placas tectônicas, vulcões, mudanças climáticas e muitos outros. Ao implementar a aprendizagem experimental, a instituição combina conhecimentos atuais de maneira simples, intuitiva e dinâmica.

5. Teoria das Inteligências Múltiplas

Por fim, temos a Teoria das Inteligências Múltiplas, que nada mais é do o entendimento que as pessoas possuem diversos tipos de inteligência.

Criada em 1983 por Howard Gardner, psicólogo estadunidense, essa teoria estima que um indivíduo possui cerca de 8 inteligências, em graus diferenciados, são elas:

  • Linguística;
  • Lógico-matemática;
  • Naturalística;
  • Musical;
  • Interpessoal;
  • Espacial;
  • Corporal-cinestésica;

Essa teoria chegou para quebrar a maneira padronizada com que as instituições de ensino avaliavam seus estudantes, isso porque trouxe à tona a necessidade de observar cada aluno com base nas suas próprias aptidões e tendências.

Benefícios das Novas Metodologias de Ensino

Dentre os principais benefícios que as novas metodologias de ensino promovem, estão:

  • Aumenta o protagonismo do aluno, melhorando a autonomia e a participação do estudante no seu processo de ensino e aprendizagem;
  • Maximiza o engajamento dos estudantes e satisfação com o processo de aprendizagem;
  • Impacta diretamente na preparação do indivíduo para o mundo profissional;
  • Permite o desenvolvimento de soft skills.

Leia também: Como motivar os alunos para a aprendizagem no ensino superior pós-pandemia?

Como combinar o modelo tradicional com as novas metodologias de ensino

O elo entre o tradicional e o inovador, sem dúvidas, é a tecnologia. Não se pode mudar o processo de ensino bruscamente e de uma vez só, porém, isso não significa que não devemos mudar.

Pelo contrário, o mercado exige disrupção, e os seus alunos também. Por isso, comece pequeno. Analise a sua operação e os seus processos atuais, entenda também quais são os prós e contras dos alunos em relação à sua instituição.

Com base nisso, planeje medidas mais intrusivas e estratégicas para construir o conhecimento, utilizando o melhor que a tecnologia tem a oferecer. Disponibilize atividades online, defina indicadores relevantes para que os seus gestores educacionais acompanhem e melhore continuamente esse processo.

Um último conselho: sempre valorize o papel do aluno, o colocando no centro das suas iniciativas, apenas desse modo você conseguirá alinhar um fluxo apropriado, inovador, dinâmico e preparado para o futuro da educação.

Veja mais: Tecnologia educacional no Brasil: como a inovação está mudando o futuro da educação?

Conte com a Brightspace!

A plataforma Brightspace, sistema de gestão da aprendizagem da D2L, pode ajudar a sua instituição na implementação das novas metodologias de ensino.

Consistindo em uma plataforma intuitiva e completamente responsiva, a Brightspace permite a criação de cursos e treinamentos online, assim como a combinação de estratégias ativas que viabilizam a implementação de um processo de ensino personalizado, dinâmico e baseado no perfil do aluno.

Além disso, a Plataforma Brightspace conta com diversas ferramentas de análise nativas, que facilitam o acompanhamento de todo o fluxo de aprendizagem do estudante.

Com isso, as instituições de ensino conseguem não apenas inovar os cursos atuais, mas também minimizar as chances de evasão, aumentar o engajamento, garantir a satisfação dos matriculados e atingir diferencial competitivo.

Quer saber mais? Acesse agora mesmo e solicite uma demonstração gratuita!

Fique por dentro Inscreva-Se

Cadastre-se já

Por favor, preencha o campo obrigatório.
O número de telefone deve ser um número válido.

Obrigado por se inscrever!

Inscreva-se no nosso blog

Receba as últimas notícias e dicas de especialistas para ajudar você a aproveitar ao máximo sua plataforma de aprendizagem.

Cadastrar