IE Not suppported

Sorry, but Internet Explorer is no longer supported.

For the best D2L.com experience, it's important to use a modern browser.

To view the D2L.com website, please download another browser such as Google Chrome or Mozilla Firefox.

6 passos para aumentar o engajamento em cursos de capacitação profissional

  • 4 min para ler

Descubra como oferecer cursos de capacitação profissional na sua empresa que sejam interessantes, de fácil absorção e, melhor, com rápidos resultados!

Desenvolver a capacitação profissional de suas equipes internamente é uma excelente estratégia. Porém, se não existir um planejamento adequado para transmitir os conteúdos é muito provável que os funcionários percam o interesse e não absorvam o que é passado. 

Quando isso acontece, tanto a empresa como os colaboradores são prejudicados e todo o investimento é desperdiçado. Para te ajudar a evitar este cenário, conheça 6 passos para tornar os funcionários mais engajados por meio de cursos de capacitação profissional envolventes e que agreguem valor.

Como consequência, os profissionais podem reter os conteúdos de forma bem mais efetiva. Saiba mais a seguir!

1. Forneça conteúdos relevantes

A primeira preocupação ao criar um curso de capacitação profissional é se certificar de que os conteúdos são relevantes para os funcionários. Além disso, os treinamentos devem ser condizentes com suas habilidades/conhecimentos e serem passados da forma mais objetiva possível.

Afinal, caso os colaboradores se deparem com um assunto já visto ou que não será utilizado no dia a dia profissional, eles certamente não prestarão atenção. 

Outro ponto interessante é pensar em maneiras diferenciadas de expor esses assuntos para facilitar o aprendizado. Investir em vídeos, imagens e exemplos práticos é uma ótima forma de aumentar o engajamento e atenção dos alunos, que vão considerar o conteúdo bem mais interessante, dinâmico e simples de aprender.

Leia também: Aprendizagem adaptativa: conheça os benefícios para funcionários e gestores

2. Invista em um bom design

Um design bonito com layout intuitivo ajuda a manter a atenção dos colaboradores, além de facilitar a navegação pelo curso e colabora até mesmo para fixar os temas com maior facilidade. 

É preciso também focar em criar um design enxuto e claro para evitar o excesso de informações na tela e acelerar o carregamento das páginas.

Para atingir estes objetivos, utilize técnicas de design educacional para tornar o curso mais atrativo e efetivo para as suas equipes. Dessa forma, você vai melhorar o foco nos treinamentos e assuntos mais importantes, evitando o desvio de concentração.

3. Utilize técnicas de storytelling

O storytelling é uma técnica bastante utilizada no marketing, mas que também pode ser aplicada na área educacional. Essa prática explica assuntos por meio de histórias, que podem ter personagens ou fazer comparações com atividades do cotidiano.

4. Estruture os cursos corretamente

Para manter o engajamento dos colaboradores na capacitação profissional, não se esqueça de elaborar a estrutura adequada. Para isso, é fundamental mapear o perfil do público a quem o curso será destinado.

Até porque não adianta só ter conteúdos de qualidade, design intuitivo e um bom método de aprendizado. É necessário também adaptar todo o material para que os colaboradores tirem o máximo proveito, se qualifiquem e consigam utilizar os ensinamentos na rotina de trabalho.

Leia também: Como melhorar a atração e retenção de talentos em sua empresa

5. Escolha a plataforma adequada

Além do conteúdo, é preciso escolher uma plataforma digital de aprendizagem eficiente. Lidar com um sistema que dá erros a todo o momento ou com interface complexa fará com que os funcionários desistam de estudar.

Por isso, analise bem qual plataforma utilizará para criar e divulgar os seus treinamentos para a equipe. Pesquise um sistema de qualidade e que tenha todo o suporte para tirar dúvidas e auxiliar no desenvolvimento dos materiais.

Também é preciso ficar atento com relação à segurança da plataforma que estiver utilizando. Um software com uma baixa segurança permite que hackers acessem informações sigilosas sobre a empresa e seus funcionários. O que pode prejudicar todos os níveis da organização.

Procure saber em qual local está armazenada a hospedagem da plataforma, quais as rotinas de seguranças tomadas e se existe um backup regular de todos os dados inseridos e utilizados.

6. Analise os recursos da plataforma

Verifique também se o sistema conta com funcionalidades adicionais para deixar o aprendizado mais dinâmico, como vídeos, gamificação, infográfico, apresentações, entre outros. Assim, é possível inserir diferentes mídias e formatos de cursos de capacitação profissional para prender a atenção dos colaboradores.

Leia também: Saiba como implementar uma plataforma EAD em sua empresa

Conheça a Brightspace

Com a plataforma Brightspace, da D2L, você terá um sistema completo e intuitivo para criar e divulgar os cursos e treinamentos que melhor condizem com a realidade e necessidade das suas equipes. Além disso, você conta com o suporte de um especialista sempre que precisar.

Com seu design intuitivo, a plataforma permite uma excelente experiência dos usuários e garante uma capacitação profissional envolvente com diversos recursos multimídia.

Confira agora como a plataforma Brightspace pode transformar a capacitação profissional da sua empresa. Entre em contato conosco e faça um teste gratuito!

Faça um teste gratuito!

Fique por dentro Inscreva-Se

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment Submitted

Thank you for your comment

Cadastre-se já

Por favor, preencha o campo obrigatório.
O número de telefone deve ser um número válido.

Obrigado por se inscrever!

Inscreva-se no nosso blog

Receba as últimas notícias e dicas de especialistas para ajudar você a aproveitar ao máximo sua plataforma de aprendizagem.

Cadastrar