IE Not suppported

Sorry, but Internet Explorer is no longer supported.

For the best D2L.com experience, it's important to use a modern browser.

To view the D2L.com website, please download another browser such as Google Chrome or Mozilla Firefox.

Transformação digital na educação: como se adaptar às mudanças?

Você quer saber quais foram as principais mudanças que a transformação digital na educação trouxe e como se adaptar? Confira!

A transformação digital na educação não é apenas uma demanda que promove diferencial para as instituições de ensino, mas também uma necessidade para garantir adaptação ao momento atual e preparar as IES para o futuro da aprendizagem.

Engana-se quem pensa que essa movimentação pela inovação na educação começou com a pandemia. Embora a crise tenha sido um grande acelerador da transformação digital, um levantamento feito pela D2L, com a participação de 4.830 gestores educacionais do ensino superior ao redor do mundo, nos revela que as iniciativas de inovação começaram muito antes disso.

De acordo com a pesquisa, 50% dos entrevistados iniciaram o processo de transformação digital em suas instituições de ensino antes de 2017, enquanto apenas 12% começaram, esses fluxos durante a crise pandêmica.

No Brasil, as estratégias entabularam ainda mais cedo. Segundo o levantamento, 17% dos entrevistados brasileiros planejaram uma agenda de inovação antes de 2015 e 7% começaram a implementar nesse período.

Essa informação já nos revela uma verdade inegociável: o mundo educacional tem evoluído constantemente. Nesse cenário, para não ficarem para trás, as instituições de ensino precisam compreender quais são as principais mudanças provocadas pela transformação digital na educação e como se adaptar a elas.

Com o objetivo de te ajudar nesse processo, elaboramos um conteúdo completo. Continue com a sua leitura e confira.

Confira o infográfico da pesquisa: Brasil: A importância de planejar com antecedência ao se adaptar às mudanças

Quais foram as principais mudanças provocadas pela transformação digital na educação?

Sabemos que existem diversos fatores que impulsionam a inovação no ensino, desde mudanças sociais até a chamada 4° revolução industrial, ou a revolução digital, que chegou para quebrar paradigmas em todos os setores, inclusive na educação.

Nesse sentido, quando falamos sobre mudanças provocadas pela transformação digital na educação, estamos nos referindo aos impactos da tecnologia no cotidiano da aprendizagem e, principalmente, na experiência do aluno.

Com isso em mente, podemos citar 3 consequências principais:

Relação das instituições e alunos com a tecnologia

Um dos principais impactos da transformação digital na educação, sem dúvidas, foi a maneira como as instituições e seus estudantes passaram a lidar com a tecnologia.

Isso porque, até a pandemia, muitas IES ainda tinham uma postura conservadora e grande parte dos alunos não estavam acostumados a aprender de outra maneira que não fosse a tradicional.

Com a pandemia, porém, tanto as instituições quanto os estudantes precisaram se adaptar totalmente ao mundo virtual para conseguirem se proteger do vírus. Como resultado, o processo tímido de inovação foi acelerado a níveis estratosféricos, o que mudou também a conexão dos agentes educacionais com a tecnologia.

Para se ter uma ideia, a pesquisa da D2L nos mostra que 90% das IES estão mais positivas em relação à inovação e 71% dos entrevistados concordam que a transformação digital é crucial para o futuro da educação.

Mais lidos: Aprendizagem online: como minimizar os impactos da pandemia na saúde mental de alunos e professores?

Postura dos estudantes

Outro impacto, sem dúvidas, ocorreu na postura dos estudantes. Com a necessidade de estudar no modelo EAD, um novo horizonte se abriu e os alunos se tornaram ainda mais exigentes, flexíveis e dinâmicos.

Os modelos de ensino online e híbridos escancaram uma nova janela de possibilidades aos estudantes que, até então, estava disponível para poucos. Isso quer dizer que os alunos do futuro não querem voltar mais às aulas tradicionais e unilaterais.

Muito pelo contrário. Esses estudantes desejam um fluxo de ensino mais ágil e personalizado, focado nas suas necessidades e que o coloque como protagonista da sua própria aprendizagem.

Necessidade de desenvolver competências digitais

Por fim, outra disrupção foi a necessidade de desenvolvimento de competências digitais por parte do corpo docente e, até mesmo, pelos próprios alunos.

52% dos entrevistados pela pesquisa da D2L concordam que houve uma melhora em relação às habilidades digitais dos professores e estudantes durante o período de lockdown.

Por outro lado, ambos os lados ainda estão longe de dominarem totalmente as ferramentas online, o que exige das instituições de ensino investimentos em treinamentos para os seus docentes e a implementação de uma cultura organizacional que valoriza a aprendizagem ao longo da vida.

Leia também: Futuro da educação: como adotar a transformação digital na sua instituição de ensino?

Como se adaptar ao novo cenário educacional?

A adaptação ao novo cenário educacional é fundamental para instituições que desejam se manter competitivas e preparadas para o futuro do setor.

Para isso, é essencial elaborar um planejamento robusto e considerar o perfil dos estudantes, com o objetivo de planejar um fluxo educacional completamente personalizado.

Em seguida, é preciso adotar plataformas de aprendizagem inovadoras, que permitam total customização dos processos de ensino e atendam às necessidades da sua instituição.

No momento de escolher a melhor tecnologia, é essencial avaliar o suporte que o provedor oferece, possibilidades de integração, funcionalidades do sistema e disponibilidade.

Por fim, invista no desenvolvimento constante do seu corpo docente. Apenas professores devidamente preparados podem auxiliar os alunos e tornar o processo de ensino mais inovador.

Você pode se interessar: Por que apenas o vídeo não é o suficiente para desenvolver uma estratégia de sala de aula virtual

Como a Brightspace pode ajudar?

A Plataforma Brightspace é um sistema de gestão da aprendizagem que facilita a criação e implementação de cursos online.

Consistindo em uma ferramenta completa, intuitiva e responsiva, a Plataforma Brightspace se adapta a qualquer dispositivo e atende totalmente às necessidades dos alunos, além de ser simples de usar.

Além disso, a Plataforma Brightspace permite personalização dos fluxos de ensino, possui recursos inovadores de acessibilidade e ferramentas de gestão da aprendizagem, que emitem relatórios completos e viabilizam um acompanhamento em tempo real.

Com a Brightspace, a sua instituição consegue não somente promover aos alunos um processo de aprendizagem customizado e transformador, mas também se preparar para o futuro da educação, garantindo um diferencial competitivo.

Outros benefícios que a plataforma pode gerar à sua IES são:

  • Valorização da experiência do aluno;
  • Aumento do engajamento;
  • Retenção de matrículas;
  • Aumento da captação de novos estudantes;
  • Processos de feedbacks mais claros e transparentes;
  • Gestão da aprendizagem mais estratégica.

Quer saber mais sobre como a nossa plataforma pode acelerar a transformação digital na educação? Acesse agora mesmo e solicite uma demonstração gratuita da nossa ferramenta.

Fique por dentro Inscreva-Se

    Cadastre-se já

    Educadores e treinadores recebem nossas dicas e melhores práticas todo o mês.

    Por favor, preencha o campo obrigatório.
    O número de telefone deve ser um número válido.

    Você está inscrito! Obrigado por inscrever-se.

    Um e-mail de confirmação será enviado para você a qualquer momento. Caso não veja, dê uma olhada na sua caixa de spam.

    Inscreva-se no nosso blog

    Educadores e treinadores recebem nossas dicas e melhores práticas todo o mês.

    Cadastrar