IE Not suppported

Sorry, but Internet Explorer is no longer supported.

For the best D2L.com experience, it's important to use a modern browser.

To view the D2L.com website, please download another browser such as Google Chrome or Mozilla Firefox.

Quais as tecnologias serão valorizadas na universidade do futuro?

  • 5 min para ler

Conheça metodologias e tecnologias que aperfeiçoarão a educação superior

As universidades não se diferenciam de diversas empresas e áreas de atuação que foram impactados pela transformação digital. Com as mudanças de valores e de perspectivas, é natural que a universidade do futuro também atue no fluxo das novas informações.

Houve transformações digitais por todo o mundo. Não há como ficar desconectado, os professores e alunos necessitam trocar para que a construção de conhecimento aconteça.

Diferente de anos atrás, uma educação mais rígida onde só o professor era detentor do conhecimento e o aluno um simples receptor, agora o aluno é chamado a escolher como, onde e quando vai aprender. O professor está mais como um mediador que auxilia na aprendizagem.

Certo de que as mudanças são constantes, é necessário uma adaptação do ensino e aprendizagem da universidade do futuro para que os estudos sejam mais eficazes e com uma visão mais à frente.

Conheça agora algumas técnicas e práticas que são encontradas na universidade do futuro.

Educação colaborativa na universidade do futuro

É uma metodologia que consiste na junção do professor e do aluno com o mesmo objetivo: construir o conhecimento. Aqui todos fazem parte do processo de maneira unilateral, e os próprios alunos ajudam a chegar no resultado esperado.

Microlearning

Microlearning ou micro aprendizado é o conteúdo passado em etapas, como se estivesse fragmentado. É natural que em razão da geração Z e das mais atuais que consomem cada vez mais conteúdos tenham a assimilação mais rápida e o foco mais disperso, logo os microcursos ou nanodegrees possam ser úteis para atender esse público.

Além disso, há muitas vantagens com essa técnica.

Microlearning torna a universidade do futuro mais eficaz

Os métodos tradicionais são eficientes, mas a microlearning garante maior aprendizado do conteúdo.

Autogestão

O aluno é capaz de escolher seu horário e como irá fazer. É bem semelhante ao tópico a seguir quanto a poder criar seu cenário.

Personalização

Muitas vezes a grade tem matérias que não vão interessar tanto ou que não vão ser tão úteis. A possibilidade de dar mais liberdade ao aluno para criar sua própria grade é característico de uma universidade do futuro.

No ensino online é mais fácil de ocorrer essa personalização por meio das videoaulas, contudo é interessante investir em meios que dão mais autonomia e protagonismo ao aluno.

A ideia da sala de aula invertida também vai nessa linha de dar mais poder ao aluno.

Longlife learning

Mais do que deixar a universidade fechada em si mesma, a universidade deve preparar os estudantes para o mercado de trabalho. Quatro ou cinco anos na universidade não garantem mais as melhores oportunidades. É necessário um constante aprimoramento, principalmente com as mudanças que acontecem tão rapidamente.

A postura longlife learning trata de estar ativo e atento às novas tecnologias. A teoria pode ser distante da prática, e justamente por isso é preciso estar se capacitando constantemente. O profissional agora deve ser multifuncional, saber de tudo um pouco para conseguir uma oportunidade.

Logo, explorar as competências, as soft skills e hard skills é uma posição da universidade do futuro.

Ensino híbrido

As tecnologias permitiram que os estudantes aprendessem além do espaço físico da sala de aula. Ainda sim, não precisa estender o ensino totalmente a distância. A universidade do futuro sabe mesclar aulas presenciais e online para manter a qualidade do ensino.

O ensino híbrido permite que os alunos possam consumir o conteúdo com mais liberdade. Assim a assimilação é mais fácil e tem mais resultado.

Sem falar que o ensino híbrido permite menos deslocamentos do aluno até o local. Muitas vezes os estudantes tinham que sair da sua cidade e morar na cidade onde a universidade se instala, gerando uma série de incômodos: ter que alugar uma kitnet ou dividir com outra pessoa, gastos de transporte, alimentação… Com esse modelo de ensino, o aluno pode permanecer onde ele vive.

Estratégias pedagógicas

Assim como a sala de aula invertida, há muitos outros métodos que colocam a mão na massa para aprender e testar as teorias. Há experimentos que deixam o aluno conhecer o espaço da aula, da escola e assim o aluno vê como se identifica e aprende mais ao observar e experimentar.

Uso de tecnologias

Com as atuais gerações, é necessário usar as tecnologias em sala de aula. Há plataformas que facilitam tanto a introdução dos conteúdos quanto informar o rendimento dos alunos. É necessário ter um feedback para saber se o ensino está gerando resultados, e isso pode ser computado pelas plataformas.

Hoje há como configurar provas, questionários, avaliar as competências para assim mapear com mais profundidade quais são as dificuldades dos alunos. Com isso, já se consegue transmitir o conteúdo com mais direcionamento e criatividade. A tecnologia está aí para ajudar.

Logo, a universidade do futuro quer que o aluno tenha mais autonomia no seu aprendizado. Ela já reconhece que o professor não é o detentor do conhecimento e sim um mediador.

Para passar o conteúdo mais personalizado e baseado nas competências dos estudantes, a universidade do futuro abraça as tecnologias para identificar as principais necessidades dos estudantes e não fica distante do mercado de trabalho. Muito pelo contrário, a universidade quer aproximar a teoria da prática, por isso explora mais skills que o mercado competitivo procura dos novos profissionais.

Ainda, a universidade do futuro reconhece que há muitas estratégias pedagógicas que podem ser mais eficientes. Para avaliar quais possuem mais resultados, junto às tecnologias, as plataformas de ensino podem dar um feedback de avaliação. Outra: os microcursos estão aí para certificar os profissionais em constante aprimoramento.

Se você precisa de uma plataforma para monitorar o rendimento dos alunos ou dos funcionários, a Brightspace faz isso para você!

Como a Plataforma Brightspace pode ajudar a sua instituição a motivar os alunos?

Plataforma Brightspace pode auxiliar a sua instituição a motivar os alunos, através da implementação da aprendizagem móvel.

Já que essa ferramenta consiste em um sistema de gestão da aprendizagem completo, intuitivo e responsivo. A Plataforma Brightspace também é adaptável a qualquer dispositivo e valoriza a experiência do usuário, simplificando a navegação do aluno dentro do software.

Contando com diversos recursos inovadores e tecnológicos, a nossa ferramenta ainda permite a personalização completa dos fluxos de ensino, assim como o uso de metodologias ativas, propondo um fluxo de aprendizagem muito mais fácil e dinâmico.

Além disso, a nossa plataforma conta com diversas ferramentas robustas de gestão e dashboards detalhados, que viabilizam a visualização da performance do estudante em tempo real e geram insights de melhorias nos processos educacionais, de acordo com as necessidades de cada aluno. Otimizando, dessa forma, o nível educacional como um todo.

Por fim, a Plataforma Brightspace também pode ajudar a sua instituição a se adequar à nova realidade do mercado educacional de maneira simplificada e muito mais acessível, oferecendo rápida implementação e suporte completo de um time técnico qualificado.

Quer saber mais? Então agende uma demonstração personalizada para você agora mesmo!

Solicite uma demonstração personalizada da Brightspace

Agende sua demonstração!
Fique por dentro Inscreva-Se

    Cadastre-se já

    Educadores e treinadores recebem nossas dicas e melhores práticas todo o mês.

    Por favor, preencha o campo obrigatório.
    O número de telefone deve ser um número válido.

    Você está inscrito! Obrigado por inscrever-se.

    Um e-mail de confirmação será enviado para você a qualquer momento. Caso não veja, dê uma olhada na sua caixa de spam.

    Inscreva-se no nosso blog

    Educadores e treinadores recebem nossas dicas e melhores práticas todo o mês.

    Cadastrar