Entendendo a educação baseada em resultados

  • 4 min para ler

O que é a educação baseada em resultados e como ela se compara com outros modelos educacionais, como a educação baseada em competências ou a aprendizagem orientada para o domínio de conteúdos. Aprenda sobre as semelhanças e diferentes entre esses modelos

Em 1993, a Research Roundup publicou uma série de artigos que descreviam a educação baseada em resultados (EBR) como “um modelo controverso de reestruturação educacional”, em que a aprendizagem era definida como uma evidência clara do que um aluno consegue aprender e demonstrar.

Mais de duas décadas depois, a ideia de organizar programas curriculares, conteúdos e atividades de aprendizagem em torno de resultados específicos e demonstráveis ainda é bastante controversa.

Para dificultar ainda mais, é comum que termos como “competências” e “aprendizagem baseada em competências” ou “domínio” e “aprendizagem orientada para o domínio de conteúdos” sejam usados na mesma frase para descrever aspectos diferentes da mesma ideia.

Para entender bem as diferenças entre cada um desses termos e modelos, vamos começar mostrando o que eles têm em comum, uma vez que todos estão voltados para o que um aluno deve conseguir saber e fazer.

 

O que é a educação baseada em resultados (EBR)?

Antes de tudo, a EBR é uma estrutura organizacional. É uma maneira de estruturar conteúdos em torno de atividades que resulte na proficiência demonstrável de uma determinada habilidade, conhecimento ou comportamento. A OBE não é um modelo de aprendizagem com uma receita específica. Em vez disso, ela trabalha com alguns princípios que devemos analisar em detalhes.

Foco no aluno

Como modelo de aprendizagem, a educação baseada em resultados parte da seguinte pergunta: “o que um aluno precisa fazer para demonstrar o domínio de uma habilidade, conhecimento ou comportamento?”. Essa abordagem coloca as necessidades dos alunos em um lugar de destaque no processo de desenvolvimento da aprendizagem.

Clareza

Como todos os objetivos de aprendizagem em um modelo de educação baseada em resultados são informados com antecedência, os alunos sabem o que é esperado deles e podem adaptar seu foco e suas perguntas de forma mais adequada.

Flexibilidade

Um modelo de educação baseada em resultados deve ser flexível o suficiente para se adaptar aos pontos fortes e fracos dos alunos. A flexibilidade também é importante para permitir que os alunos dediquem o tempo necessário para chegar à proficiência.

Como a educação baseada em resultados se compara com outros modelos?

Quando comparamos a educação baseada em resultados com um modelo de aprendizagem baseada em competências ou orientada para o domínio de conteúdos, os mesmos princípios se aplicam.

Estas são as semelhanças entre a educação baseada em resultados e a aprendizagem orientada para o domínio de conteúdos:

Há critérios claros do que constitui o domínio de um conteúdo

O ensino é criterioso e se adapta às necessidades do aluno

Os alunos recebem ajuda quando têm dificuldade

Os alunos têm o tempo adequado para dominar um conteúdo

Estas são as semelhanças entre a educação baseada em resultados e a aprendizagem baseada em competências:

Há critérios claros para medir a proficiência

Ambas se adaptam às necessidades dos estudantes

Os alunos recebem ajuda nos momentos em que mais precisam

Os estudantes têm tempo suficiente para dominar um conteúdo

Em que a educação baseada em resultados se difere da aprendizagem orientada para o domínio de conteúdos?

Embora as semelhanças entre os modelos de aprendizagem baseada em resultados, competências ou no domínio de conteúdos sejam claras, as diferenças são um pouco mais sutis.

Em linhas gerais, a aprendizagem baseada em competências é um modelo de ritmo individualizado que está voltado para resultados, mas que inclui objetivos específicos de aprendizagem, muitas vezes relacionados a necessidades profissionais. Os três modelos de aprendizagem se concentram principalmente nos passos e métodos que levam à proficiência. A principal diferença é que a EBR tem um elemento adicional:

O porquê de ser proficiente em determinada habilidade, conhecimento ou comportamento.

Essa diferença sutil é importante. O objetivo da aprendizagem orientada para o domínio de conteúdos é ajudar os alunos a aprender, mas isso se aplica diretamente ao conteúdo. A educação baseada em competências incorpora os princípios da aprendizagem orientada para o domínio, mas vai muito além do conteúdo. Ela considera o que dos alunos estão aprendendo e por quê.

No fim das contas, pode-se dizer que ambos os modelos compartilham a ideia de começar com o resultado em mente.

Quais são os desafios de um modelo educacional baseado em resultados?

Nenhuma explicação estaria completa sem falar dos vários desafios associados a todos esses modelos.

Tempo e energia

Em qualquer curso ou programa baseado em resultados, competências ou no domínio de conteúdos, é necessário tempo e energia para:

Produzir conteúdo significativo

Elaborar indicadores confiáveis do sucesso

Ajudar os alunos através de feedback e interatividade regular e substancial

Reestruturação dos papéis educacionais

Você pode perceber que cada um desses modelos é elaborado em torno do objetivo que se deseja alcançar. Obviamente, é necessário um especialista para oferecer o conteúdo adequado para as aulas. Mas ele pode não ser a pessoa mais indicada para julgar o domínio do conteúdo. Nesse caso, uma instituição pode considerar contratar professores ou especialistas para gerenciar os componentes relacionados à avaliação dos alunos. Essa mudança para um estilo avaliativo mais objetivo poderia ser considerada polêmica, mas também poderia ser útil para determinar as formas de avaliação que poderiam e deveriam ser adotadas. (Dica: provavelmente são mais de uma ou duas.)

Ruptura

Uma mudança desse tipo na organização do ensino, das avaliações e do suporte aos estudantes pode gerar uma grande ruptura. No entanto, se for bem gerenciada, ela pode levar a resultados notáveis para os alunos e a instituição. Esse tipo de ruptura requer tempo e planejamento dedicado ao gerenciamento da mudança, além de uma garantia de que a organização é capaz de encarar o desafio.

Como diz o ditado: “Roma não foi construída em um dia”. Na verdade, foram 1.009.491 dias. E a cidade ainda foi saqueada e reconstruída várias vezes. Espero que isso sirva de consolo quando você começar a planejar sua transição.

Se quiser continuar aprendendo sobre a educação baseada em resultados, confira nosso painel “Measuring Learning Outcomes: Benefit or Burden”, no evento EDUCAUSE 2016. O painel conta com representantes de três instituições de ensino superior que estão medindo e avaliando os resultados da aprendizagem de maneiras diferentes.

Fique por dentro Inscreva-Se

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment Submitted

Thank you for your comment

Cadastre-se já

Por favor, preencha o campo obrigatório.
O número de telefone deve ser um número válido.

Obrigado por se inscrever!

Inscreva-se no nosso blog

Receba as últimas notícias e dicas de especialistas para ajudar você a aproveitar ao máximo sua plataforma de aprendizagem.

Cadastrar