IE Not suppported

Sorry, but Internet Explorer is no longer supported.

For the best D2L.com experience, it's important to use a modern browser.

To view the D2L.com website, please download another browser such as Google Chrome or Mozilla Firefox.

Tendências na educação: 5 passos para planejar o ensino híbrido

  • 4 min para ler

O ensino híbrido é uma das tendência na educação do ensino superior. Confira 5 passos essenciais para planejar essa metodologia de modo efetivo.

Com as constantes mudanças no processo de ensino e, principalmente, nos fluxos de aprendizagem, as instituições passaram a adotar novas tendências na educação, como a metodologia híbrida.

Nesse cenário, diversos fatores foram os responsáveis por essas disrupções, dentre eles a pandemia do novo coronavírus.

Com a necessidade de distanciamento social durante o período de quarentena, as IES passaram a adotar o ensino online como medida paliativa, fornecendo aos alunos a continuação dos estudos e uma adaptação emergencial para o momento.

No entanto, em diferentes regiões do país, as instituições já planejam medidas para a retomada gradual das atividades presenciais, como as próprias aulas, projetos e estágios.

Diante disso, surgem novos desafios, afinal, como assegurar a saúde dos alunos e professores, minimizar os riscos de uma nova onda de contágio e, ainda, potencializar o processo de aprendizagem?

Uma das soluções para isso é a metodologia híbrida, que combina com efetividade as duas modalidades ensino, presencial e EAD. De modo geral, esse fluxo permite que tanto a IES quanto o aluno se adeque da melhor forma à disseminação e absorção do conteúdo.

Com isso, veja abaixo como implementar o ensino híbrido e quais tendências na educação podem ser aproveitadas de maneira positiva nessa modalidade.

Leia também: Metodologia híbrida: como as instituições podem se adaptar ao “novo normal”

5 passos para implementar o ensino híbrido

Entre as principais medidas para a adoção do ensino híbrido, podemos citar:

1 – Tenha objetivos

O primeiro passo é pautado em um planejamento completo e muito bem elaborado. É preciso definir e alinhar os objetivos com a implementação dessa modalidade de ensino, como também, estabelecer quais cursos ou disciplinas serão virtualizados.

É fundamental realizar um levantamento de todos os recursos que serão utilizadas ainda nessa fase, além de investimentos envolvidos, deficiências operacionais e outros dados que possam afetar o processo de implantação.

2 – Faça uma curadoria dos conteúdos

Com as informações do tópico anterior, é momento de realizar uma curadoria acirrada dos conteúdos que serão disponibilizados para os alunos.

Lembre-se: o ensino híbrido junta o que há de melhor no ensino a distância e o presencial. Por isso, é essencial que esses materiais sejam dinâmicos, diversificados e estejam de acordo com os diferentes perfis de alunos.

3 – Escolha os melhores modelos de ensino híbrido

Outro processo que deve ser ponderado é o modelo da metodologia que será aplicado, de maneira a complementar esses dois ambientes de aula. Os mais comuns são:

  • Rotação por estações: atividades feitas em grupo ou individual nos dias de aulas presenciais;
  • Rotação Individual: essas tarefas, nesse sentido, são finalizadas individualmente por cada aluno, de acordo com as propostas estabelecidas pelos professores;
  • Sala de aula invertida: é aplicável em diversas modalidades de ensino, inclusive no híbrido, e consiste em suscitar a autonomia do aluno para estudar os materiais das aulas sem a intervenção direta do professor;
  • Laboratório Rotacional: as atividades são implementadas de maneira prática.

4 – Treine os professores

Um levantamento realizado pela Nova Escola nos revela que 51% dos docentes declararam não ter recebido nenhum tipo de treinamento para desenvolverem suas tarefas remotamente.

O mesmo estudo aponta também que um 37% dos profissionais consideram-se pouco preparados para os retornos das aulas.

Esses dados demonstram que é preciso implementar medidas para capacitar os professores ou dificilmente a adoção do ensino híbrido gerará resultados expressivos.

Além de adaptar e ensinar novas metodologias, é fundamental ambientar os docentes com as tecnologias e plataforma utilizadas, recursos e todos os fluxos envolvidos.

Apenas desse modo é possível proporcionar uma experiência positiva ao aluno, aumentar o engajamento e diminuir a taxa de evasão.

5 – Não deixe as tendências na educação de lado

Por fim, não podemos falar sobre o ensino híbrido sem citar as tendências na educação, visto que, de acordo com projeções da Forbes, essa modalidade representará 50% de todas as matrículas até 2022.

Além de eleger um sistema de aprendizagem para hospedar e disponibilizar os conteúdos de estudos para os alunos, é de suma importância que as IES combinem diferentes metodologias ativas, como as trilhas de aprendizagem e gamificação.

Esses recursos permitem acompanhar o desenvolvimento dos estudantes e identificar com rapidez possíveis dificuldades.

Você pode se interessar: Como o coronavírus impacta o EAD e a plataforma de aprendizagem: entrevista com diretor da D2L no Brasil

Conte com a plataforma Brightspace

A plataforma Brightspace, disponibilizado pela D2L, é um sistema de gestão da aprendizagem completo e funcional. De modo bastante simples, viabiliza a criação de cursos e treinamentos, facilitando a adequação do ensino a distância e híbrido.

Além disso, a plataforma Brightspace fornece um layout intuitivo, responsivo e totalmente personalizável de acordo com as necessidades da instituição.

Como também, permite a implementação de diferentes tendências na educação e conta com os agentes inteligentes, que consiste em um recurso que automatiza o acompanhamento do aluno.

Deseja saber mais? Entre agora mesmo em contato e conheça todas as possibilidades da Brightspace.

Fique por dentro Inscreva-Se

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment Submitted

Thank you for your comment

Cadastre-se já

Por favor, preencha o campo obrigatório.
O número de telefone deve ser um número válido.

Obrigado por se inscrever!

Inscreva-se no nosso blog

Receba as últimas notícias e dicas de especialistas para ajudar você a aproveitar ao máximo sua plataforma de aprendizagem.

Cadastrar