IE Not suppported

Sorry, but Internet Explorer is no longer supported.

For the best D2L.com experience, it's important to use a modern browser.

To view the D2L.com website, please download another browser such as Google Chrome or Mozilla Firefox.

Princípio orientador 1: Exigência de padrões de acessibilidade para fornecedores

Incluir exigências técnicas de acessibilidade em todo o processo de fornecimento de softwares é uma maneira simples para maximizar a inclusão dos alunos, pais e professores, diminuindo a vulnerabilidade legal de sua rede ou instituição. Fazer isso não exige conhecimento técnico ou trabalho adicional.

Utilize o WCAG2.0 Nível AA

Exija que todos os seus softwares baseados na web atendam aos padrões das Diretrizes de Acessibilidade de Conteúdo Web (WCAG, por sua sigla em inglês) 2.0 Nível AA. Esse conjunto de diretrizes desenvolvidas pelos envolvidos com questões de acessibilidade e especialistas do setor é reconhecido por oferecer acessibilidade consistente a pessoas com deficiência sem aumentar a carga de trabalho para os desenvolvedores de software.

Entre os exemplos de recursos WCAG 2.0 Nível AA estão:

  • ajuste do tamanho do texto
  • texto alternativo relevante para fotos e URLs incorporadas
  • navegação integral pelo teclado
  • texto digitado em vez de texto em formato de imagem ou PDF, sempre que possível
  • legenda para vídeos gravados e em tempo real
  • descrições de áudio de vídeos gravados

O blog WUHCAG oferece uma excelente lista de controle para as diretrizes WCAG 2.0.

Em 2017, o poder público dos Estados Unidos atualizou as exigências de acessibilidade para a aquisição de software por agências federais para alinhar-se com os padrões da WCAG 2.0 Nível AA.[1] As instruções da seção 504 da legislação Rehabilitation Act, que diz respeito a oferecer “educação pública gratuita de qualidade”[2] para pessoas com deficiência, têm teor vinculante para redes
e instituições de ensino superior. Embora o padrão de aplicação da lei determinado pela Seção 504 seja bastante genérico, exigindo que serviços, programas e atividades educacionais sejam “prontamente acessíveis e utilizáveis”, a agência de Direitos Civis reconhece o WCAG 2.0 Nível
AA como um padrão a ser seguido em ações de execução legal com relação à acessibilidade de sites na web.[3]

Três Prioridades Para Avaliação da Acessibilidade

1. Possibilidade de navegação apenas pelo teclado.

A navegação de páginas web é uma das queixas mais frequentes com relação à acessibilidade de conteúdo web e é uma das prioridades no processo de revisão para a agência de Direitos Civis. Para os alunos com deficiência visual ou de mobilidade, a possibilidade de navegar de maneira efetiva por páginas web sem o uso do mouse é um elemento crítico para seu sucesso. Os alunos e outros usuários devem podem navegar por um site na web utilizando apenas o teclado, sem utilizar nem mesmo o monitor.

Perguntas a serem respondidas:

  • O site é desenvolvido sem “armadilhas no teclado” que permitem que o usuário acesse uma seção da página mas não consiga sair dela? Por exemplo, um usuário pode acessar a caixa de registro para uma newsletter, mas não conseguir sair dela.
  • Os menus suspensos são acessíveis a partir do teclado?
  • Conforme um usuário navega utilizando o teclado, existe uma marcação destacada do elemento da página em que o usuário está em cada momento?
  • As etiquetas de botões e ferramentas de navegação estão uniformes em todo o site? Por exemplo, a barra de pesquisa está no mesmo local em todas as páginas e os botões de “tarefa de casa” estão designados de maneira uniforme?

2. Uma estrutura lógica e uma sequência significativa.

O conteúdo da página web deve ser apresentado aos usuários em uma sequência coerente para garantir que o sentido do conteúdo não seja perdido por usuários com mobilidade ou visão reduzidas. Isso é especialmente importante para usuários que utilizem leitores de tela, que podem se perder em uma página com elementos de navegação organizados de maneira aleatória.

Perguntas a serem respondidas:

  • Os usuários do teclado podem navegar de um elemento a outro em uma sequência voluntária? Por exemplo, um usuário em uma página web em inglês deve navegar da esquerda para a direita e de cima para baixo, mas não alternar desnecessariamente entre a barra lateral e o conteúdo principal.
  • O conteúdo da página web usa cabeçalhos para diferenciar entre seções de conteúdo e títulos e corpo do texto?

3. Atenção aos principais recursos.

Queixas e subsequentes aplicações das exigências legais de acessibilidade tendem a se orientar primariamente à funcionalidade de um serviço ou site online. Ao considerar a adoção de uma tecnologia nova para sua rede ou instituição ou a publicação de novo conteúdo em seu site, exija sempre a conformidade com as diretrizes WCAG 2.0 Nível AA. Para seu conteúdo web já existente, atente-se para as atividades de correção nos recursos primários necessários para que alunos, pais ou professores interajam com um curso ou participem de atividades escolares.

Want to get the full story?

Sign up to read this section.

Por favor, preencha o campo obrigatório.
O número de telefone deve ser um número válido.
Obrigado por enviar o formulário.

Você pode cancelar a qualquer momento. As informações pessoais podem ser coletadas, usadas e divulgadas de acordo com a nossa declaração de privacidade. Por favor, note que, se você não fornecer consentimento expresso, que pode, em circunstâncias limitadas, continuar a fornecer comunicações com você ao abrigo das disposições consentimento implícito da legislação anti-spam aplicável.