IE Not suppported

Sorry, but Internet Explorer is no longer supported.

For the best D2L.com experience, it's important to use a modern browser.

To view the D2L.com website, please download another browser such as Google Chrome or Mozilla Firefox.

Essa semana em EdTech: Especialistas acreditam que ensino será híbrido, com união de ferramentas digitais à educação tradicional

  • 3 min para ler

Confira também:  Pioneiro do método de sala de aula invertida analisa o impacto da pandemia na educação e como professores vão lidar com aulas online e presenciais.

Novas ferramentas e interação virtual serão aliadas para a educação no pós-pandemia

Enquanto a possibilidade de voltar às salas de aula continua sendo debatida, muitas aulas seguem acontecendo pelos meios virtuais. Teremos de reaprender as possibilidades pedagógicas das tecnologias no currículo, a inserção de metodologias ativas, ou seja, repensar a formação continuada de professores e, ainda, buscar a inovação na comunicação com a comunidade escolar.

Leia na integra>> 

 

Educação a distância avança no ensino superior do Brasil

Os números oficiais de 2019 serão confirmados pelo Censo de Educação Superior, previsto para ser divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) no segundo semestre. Em no máximo dois anos, a expectativa é de que a educação a distância seja responsável pela maior parte dos universitários do país. E esse caminho se consolida ainda mais no cenário da pandemia. Semana passada, o MEC prorrogou até 31 de dezembro a autorização para que o ensino presencial seja substituído pelas aulas remotas por meios tecnológicos e digitais.

Leia na integra>>

 

O momento reforça a necessidade de ir além da aula expositiva, diz Jon Bergmann

Jon (Jonathan) Bergmann também ficou cansado com as aulas remotas. Incentivador do uso da tecnologia para melhorar a aprendizagem por meio do modelo de sala de aula invertida, ele reconhece que a pandemia do coronavírus (COVID-19) abalou a educação e dificultou muito a vida de professores. Entretanto, entende que o momento reforça a necessidade de ir além da aula expositiva e da simples transmissão de informações.

Leia na integra>>

 

O ensino remoto veio para ficar?

O que se sabe é que, quando as escolas abrirem fisicamente, será com atendimento gradual e revezamento de alunos. Do improviso no início, surgem sinais de que a experiência com aulas remotas inspirou transformações perenes, como o investimento em modos híbridos de ensino.

Leia na integra>>

Fique por dentro Inscreva-Se

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment Submitted

Thank you for your comment

Cadastre-se já

Por favor, preencha o campo obrigatório.
O número de telefone deve ser um número válido.

Obrigado por se inscrever!

Inscreva-se no nosso blog

Receba as últimas notícias e dicas de especialistas para ajudar você a aproveitar ao máximo sua plataforma de aprendizagem.

Cadastrar