O que é sala de aula invertida? | D2L Brasil
IE Not suppported

Sorry, but Internet Explorer is no longer supported.

For the best D2L.com experience, it's important to use a modern browser.

To view the D2L.com website, please download another browser such as Google Chrome or Mozilla Firefox.

O que é sala de aula invertida?

  • 3 min para ler

Entenda o que é sala de aula invertida, os benefícios dessa metodologia ativa e como implementá-la na sua instituição de ensino.

As discussões acerca da importância de inovar as metodologias educacionais estão cada vez mais comuns, tornando processos como a sala de aula invertida ainda mais evidentes.

Quem pensa que a pandemia foi a única responsável por esse cenário, engana-se. Apesar da Covid-19 ter obrigado milhares de instituições a operarem totalmente online e adotarem novos métodos de ensino, a sala de aula invertida tem ganhado espaço muito antes disso.

Mas, afinal, o que é essa estratégia, como funciona, qual é a importância para o ensino e como aplicar na sua instituição? Para responder todos esses questionamentos, elaboramos um conteúdo completo. Continue com a sua leitura e saiba mais!

Você pode se interessar: Inovação na educação: quais são as grandes mudanças do ensino superior no Brasil?

O que é sala de aula invertida?

Na prática, a sala de aula invertida é caracterizada pela troca de papéis entre o aluno e o professor. Ou seja, no método de ensino tradicional, geralmente, os educadores detém todas as informações acerca da disciplina e são responsáveis por transmiti-las aos estudantes.

Já com a inversão de papéis, o aluno tem a oportunidade de aprimorar esses conhecimentos fora da aula e compartilhá-lo com os colegas de uma forma muito mais dinâmica, satisfatória e eficiente.

Para adotar esse processo, é preciso entender que ele é baseado em três aspectos principais: tecnologia, diferenciação nos fluxos avaliativos e treinamento dos professores.

Nesse sentido, é fundamental obter ferramentas apropriadas para cada uma das ações implementadas. Por exemplo, é possível passar trabalhos em grupos em formato de seminários, com temas diferentes em cada disciplina.

No entanto, para que todos os alunos consigam apresentar um projeto interativo e bacana, é preciso disponibilizar equipamentos como computadores e projetores. Se esse fluxo ocorrer online, é ainda mais necessário fornecer sistemas que apoiem toda a criatividade da turma.

Em segundo lugar, a avaliação é um processo essencial para acompanhar o desenvolvimento do aluno. Entretanto, na sala de aula invertida, essa certificação ocorre de outra maneira, conforme as possibilidades impostas aos estudantes.

O trabalho em grupo é apenas uma das opções, pois pode-se realizar exercícios orais em sala de aula, debates, rodas de troca de conteúdos, produção de materiais digitais e outros.

Nesse cenário, os professores precisam estipular maneiras de avaliar a performance do estudante de acordo com cada projeto apresentado e intenções dessas atividades.

E, por fim, isso apenas é possível por meio da preparação desses docentes. Portanto, cabe à instituição de ensino ensiná-los acerca dessas novas metodologias e preparar materiais atuais para sempre levantar discussões a respeito de maneiras de otimizar o processo de aprendizagem.

Veja mais: Como melhorar a experiência de aprendizagem no ensino online?

Quais os benefícios que gera para o ensino?

A sala de aula invertida pode gerar uma série de benefícios, tanto para os alunos, quanto para as próprias instituições de ensino. Dentre eles, podemos citar:

  • Melhora o engajamento dos alunos nas disciplinas;
  • Torna o processo de ensino mais dinâmico;
  • Otimiza a atuação dos professores;
  • Permite uma aprendizagem colaborativa;
  • Se adequa ao ritmo do aluno.

Para se ter uma ideia a respeito da eficiência desse processo na educação, uma pesquisa da Universidade de British Columbia, divulgada pela Revista Carta Capital, notou que a participação dos estudantes aumentou 40% após os professores adotarem a sala de aula invertida.

Um outro estudo, este realizado pela Universidade de Harvard, apontou que alunos matriculados nessa modalidade de ensino conseguiram acelerar o processo de aprendizagem em 49 a 74% se comparado com os estudantes tradicionais.

Leia também: Como motivar os alunos em tempos de pandemia? Veja 5 dicas

Saiba como aplicar na sua instituição de ensino

Para aplicar a sala de aula invertida, é preciso não apenas realizar um planejamento completo e apropriado, mas também contar com uma parceira qualificada, como a D2L.

Possuindo alta capacidade técnica, ferramentas inovadoras e metodologias de ponta, a D2L fornece aos seus clientes a plataforma Brightspace, sistema de gestão da aprendizagem que permite criação de cursos e treinamentos online.

Com isso, a D2L apoia a transformação digital nas instituições de ensino e presta todo suporte necessário na adequação da educação online, assim como novos métodos de aprendizagem.

Deseja saber mais? Acesse agora mesmo e conte com a D2L!

Fique por dentro Inscreva-Se

Cadastre-se já

Por favor, preencha o campo obrigatório.
O número de telefone deve ser um número válido.

Obrigado por se inscrever!

Inscreva-se no nosso blog

Receba as últimas notícias e dicas de especialistas para ajudar você a aproveitar ao máximo sua plataforma de aprendizagem.

Cadastrar