O que aprendi com a criação de uma estratégia de micro credenciais digitais para minha organização | D2L Brasil
IE Not suppported

Sorry, but Internet Explorer is no longer supported.

For the best D2L.com experience, it's important to use a modern browser.

To view the D2L.com website, please download another browser such as Google Chrome or Mozilla Firefox.

O que aprendi com a criação de uma estratégia de micro credenciais digitais para minha organização

A ferramenta de criação de medalhas digitais disponível na plataforma Brightspace da D2L é um recurso que muitos designers ainda desconhecem. Neste artigo, quero tratar do seguinte:

Antes de prosseguir, quero enfatizar que não sou especialista em medalhas digitais. O conhecimento que eu tenho foi adquirido a partir de um curso sobre medalhas

O que são medalhas digitais?

De acordo com a Badgr, a plataforma escolhida pelo Mozilla para herdar a Mozilla Backpack, uma medalha digital (badge ou open badge, em inglês) não é apenas uma representação visual de uma conquista educacional:

As medalhas digitais foram criadas originalmente para servir como uma linguagem comum para descrever habilidades e conquistas educacionais. Isso significa que elas são muito mais do que uma imagem bonita. Na verdade, as medalhas digitais contêm metadados que permitem que elas sejam usadas como credenciais digitais para verificação independente. Até mesmo o código-fonte usado para verificar uma medalha digital é aberto. Essa capacidade de verificação independente dos metadados integrados é o que possibilita que as medalhas digitais sejam usadas para expressar uma ampla variedade de certificações online tradicionais em um formato comum e legível por máquina.

Os designers de cursos podem criar medalhas digitais e permitir que elas sejam exportadas pelos alunos e compartilhadas com outras pessoas. Essas medalhas servem como prova verificável da aprendizagem e demonstram a aprendizagem continuada de uma pessoa em determinada área de crescimento e desenvolvimento. A imagem de uma medalha armazena os metadados verificáveis que descrevem a conquista correspondente, o que faz com que as medalhas digitais sejam totalmente portáteis e permite que o receptor da medalha tenha controle sobre seu próprio histórico de conquistas.
Para que você tenha uma ideia de como é uma medalha digital, aqui está um exemplo de uma medalha adicionada à Badgr Backpack:

O que é a Backpack?

A Badgr Backpack, antes chamada de Mozilla Backpack, é um local centralizado onde um aluno pode armazenar e organizar as medalhas digitais recebidas de diferentes fontes. Depois que uma medalha é criada e emitida, os alunos podem guardá-la em sua mochila (backpack). A partir desse local, as medalhas podem ser compartilhadas, exibidas nas redes sociais, verificadas por terceiros, combinadas em históricos acadêmicos abrangentes ou usadas para descobrir novas oportunidades. A Badgr possui data centers nas principais regiões do mundo e está disponível gratuitamente para usuários em qualquer lugar.

O uso de medalhas digitais é a opção certa para sua organização?

Existe uma variedade de fatores a serem levados em conta por uma organização que esteja considerando o uso de medalhas. Embora eu acredite e aposte muito no uso de medalhas, há de se reconhecer que não é necessariamente a melhor opção para todas as organizações, uma vez que pode não fazer sentido em vista de sua missão ou de suas metas.

Estes são alguns pontos a considerar:

  • O uso de medalhas tem mais prós do que contras?
  • Quem deveria se envolver no processo?
  • Como seria nossa estrutura de medalhas?
  • O que queremos alcançar com o uso de medalhas digitais?

Pelo que aprendi com a minha experiência, as medalhas são ótimas para organizações que oferecem capacitação para alunos externos, já que representam um valor agregado.

Por que uma organização emitiria medalhas?

As medalhas digitais são uma boa forma de uma organização mostrar que seus funcionários continuam se dedicando a seu crescimento e desenvolvimento. Elas podem ser usadas como ferramenta de recrutamento de candidatos a um emprego, pois demonstram um compromisso com o desenvolvimento profissional dos funcionários ao permitir seu crescimento e progresso dentro da organização.

As medalhas digitais também são muito úteis para organizações que precisam comprovar a capacitação e o desenvolvimento dos funcionários. A emissão de medalhas é uma ótima forma de demonstrar a trajetória profissional dos funcionários e o fato de estarem dando continuidade à sua educação. Existem vários métodos para uma organização controlar a emissão de medalhas, incluindo a criação de medalhas para cursos individuais e a Central de Dados da D2L.



Como funciona a emissão de medalhas na plataforma Brightspace?

Vamos ver rapidamente como funciona a emissão de medalhas na Brightspace, da D2L. Vou dar uma explicação geral de acordo com a minha perspectiva, mas instruções detalhadas para a criação de medalhas também estão disponíveis no site da D2L: https://documentation.brightspace.com/EN/le/awards/instructor/about_awards.htm.

O controle de medalhas é feito pela tela “Course Awards” (“Prêmios do curso”) dentro de um curso. É aqui que a medalha para cada curso ou programa é configurada.

      1. Ao criar uma medalha, é bom prestar atenção na opção “Allow users in this course to send earned awards to a Badgr Backpack” (“Permitir que os usuários neste curso enviem os prêmios recebidos à Badgr Backpack”). Essa opção só deve ser habilitada para as medalhas que satisfaçam os critérios da sua organização e que você queira que sejam exportadas como parte do seu programa. Se essa opção for selecionada para todas as medalhas e certificados, todos eles poderão ser exportados. Isso pode levar à emissão de medalhas “para tudo”, o que pode diminuir o valor do seu programa de medalhas.

      2. Será necessário inserir os metadados da medalha. Aqui, seja o mais descritivo possível. O uso de metadados detalhados pode ajudar a aumentar o valor das suas medalhas. Não minimize a importância desta etapa. É uma boa ideia organizar essas informações com antecedência.

      3. 3. Você vai ver muitos outros campos de metadados, como disponibilidade, expiração (no caso da minha organização, queremos que as medalhas expirem depois de três anos) e notificação anterior à expiração (é possível configurar o envio de um lembrete aos alunos sobre a renovação de uma medalha/qualificação depois de três anos, por exemplo).

      4. Na próxima tela, você deverá fazer upload da imagem da sua medalha ou escolher uma opção do acervo da plataforma Brightspace.
      5. É necessário inserir o nome do emissor, o URL do emissor e as informações de contato.

      6. Caso seja do seu interesse, é possível emitir medalhas automaticamente. Usar Condições de Liberação e Agentes Inteligentes é uma ótima maneira de automatizar parte da sua carga de trabalho e fazer com que seu sistema de gerenciamento de aprendizagem facilite o trabalho para você.
      7. Na tela final, você pode inserir quantos créditos serão concedidos, se a medalha deverá ficar oculta e qualquer outra Condição de Liberação que tenha sido configurada.

      8. Na tela Classlist Awards (Prêmios da turma), você poderá ver todos os alunos que ganharam uma medalha no módulo ou curso. Se nenhuma Condição de Liberação tiver sido configurada para uma medalha, você poderá emitir ou revogar medalhas a partir dessa tela.

Como criar um plano de implementação

Naturalmente, o próximo passo é criar um plano de implementação. Vou dividir esse processo em seis etapas:

1. Identificar as conquistas a serem incluídas no seu programa de medalhas

Para algumas organizações, essa pode ser uma parte simples do processo, especialmente no caso daquelas que já contam com um programa com um nível definido de conquistas. Outras organizações talvez precisem dedicar mais tempo e recursos a essa etapa.

Por exemplo, minha organização oferece cerca de 80 cursos, mas não concedemos medalhas para nenhum curso individualmente. As medalhas só estão disponíveis em quatro programas de qualificação, de forma que os alunos devem concluir uma série de cursos para receber uma medalha.

2. Criar uma estrutura

Se a sua organização ainda não tem uma estrutura definida, é uma boa ideia identificar as conquistas dos alunos que você quer que sejam recompensadas. Só tome cuidado para não conceder medalhas em excesso, pois isso pode minar o valor do seu programa.

A imagem exibida abaixo exemplifica os requisitos para a obtenção de uma medalha.

3. Criar um protótipo

Depois de identificar as conquistas a serem recompensadas e definir uma estrutura, é recomendável criar um protótipo de medalha para demonstrar o fluxo do processo e detectar possíveis problemas.

4. Analisar o programa junto aos líderes da organização para obter aprovação, sabendo que esse processo provavelmente terá várias etapas

Cada organização encara a questão do envolvimento de forma diferente, pois depende de sua missão ou de suas metas específicas.

No caso de organizações que oferecem capacitação para alunos externos, somente os membros do departamento de capacitação devem se envolver. Outras organizações talvez prefiram incluir os líderes no processo, uma vez que os programas de medalhas podem ter um impacto na equipe atual e no recrutamento de novos profissionais.

Minha organização está passando por um processo de revisão em que a área de comunicação está analisando as nossas medalhas para se certificar de que elas estejam alinhadas ao nosso branding. É provável que um processo similar seja realizado também com a área jurídica, o conselho de programas de qualificação e a equipe executiva.

5. Lançar o programa para um grupo piloto

Quando o programa de medalhas tiver sido criado e aprovado por todas as partes correspondentes, sugiro formar um pequeno grupo piloto para quem você lançará o programa. Dessa forma, você poderá testar o programa em um ambiente controlado e com um público de confiança, e o feedback recebido será valioso para identificar os ajustes que deverão ser feitos antes de um lançamento geral.

6. Lançar o programa para seus alunos.

Depois de ter avaliado e implementado as recomendações do grupo piloto, sua organização estará pronta para lançar o programa para um público mais amplo.

Lembre-se de que talvez seja necessário instruir os alunos sobre como usar e exibir suas medalhas. Para isso, pode ser preciso explicar aos alunos o que são as medalhas, disponibilizar instruções sobre como criar um perfil na Badgr e proporcionar informações sobre como vincular um perfil na Badgr ao LinkedIn e a outras redes sociais.

O próximo passo: começar sua jornada com as medalhas!

Abordamos bastante conteúdo neste artigo. O objetivo principal era apresentar as medalhas digitais como uma opção para a sua organização.

Gostaria de incentivar você a considerar o uso de medalhas na sua organização e a tirar o máximo proveito da plataforma Brightspace da D2L. A Brightspace conta com muitas ferramentas ótimas que podem aprimorar a experiência dos seus alunos e facilitar o trabalho para a sua organização!

Fique por dentro Inscreva-Se
Share this:

Cadastre-se já

Por favor, preencha o campo obrigatório.
O número de telefone deve ser um número válido.

Obrigado por se inscrever!

Inscreva-se no nosso blog

Receba as últimas notícias e dicas de especialistas para ajudar você a aproveitar ao máximo sua plataforma de aprendizagem.

Cadastrar

Free Webinar | April 27 | 11:30AM EST

Rapid virtual learning deployment for your association

Bianca Del Vecchio

Bianca Del Vecchio

Senior Customer Advocacy Manager, D2L

Jenelle Hodges

Jenelle Hodges, Ph.D

Director of Digital Learning, CHIME

Time is running out!

Days
Hours
Minutes
Seconds

What kind of plan do you need to get started?