Como a aprendizagem personalizada aprimora a experiência de aprendizado | D2L Brasil
IE Not suppported

Sorry, but Internet Explorer is no longer supported.

For the best D2L.com experience, it's important to use a modern browser.

To view the D2L.com website, please download another browser such as Google Chrome or Mozilla Firefox.

Como a aprendizagem personalizada aprimora a experiência de aprendizado

  • 5 min para ler

Com a queda no engajamento dos funcionários e o aumento na crise de lacunas de habilidades, a necessidade de manter o envolvimento e a conexão é cada vez maior

Personalização. Você sabe o que é, não sabe? Utilizada em serviços de streaming, no comércio eletrônico e em muitas outras áreas, a personalização tem como principal objetivo a criação de experiências únicas, relevantes e adequadas para cada indivíduo. A popularidade da personalização cresceu exponencialmente nos últimos cinco anos, graças à incrível eficácia dessa ferramenta em manter a conexão e o engajamento do público.

Com a queda no engajamento dos funcionários e o aumento na crise de lacunas de habilidades, a necessidade de manter o engajamento e a conexão é cada vez maior. A eficácia da personalização fora do local de trabalho é inegável. Sendo assim, é seguro considerar que alguns princípios básicos da personalização podem ser adotados no mundo do ensino para aumentar o impacto das experiências e dos programas de aprendizagem?

Na primeira de nossa série de seis postagens no blog sobre o papel da aprendizagem programática no ensino moderno, abordamos o potencial de utilidade e aplicabilidade da aprendizagem personalizada e seus benefícios para empresas.

As lacunas de habilidades estão crescendo; estamos prontos para enfrentá-las?

Fornecer habilidades profissionais relevantes e alinhadas com as tendências para o futuro a seus colaboradores não é tarefa fácil. É um grande desafio para qualquer departamento de RH ou Aprendizagem e Desenvolvimento (A&D). Na verdade, um relatório recente do Fórum Econômico Mundial sobre o futuro do trabalho estima que 50% dos funcionários precisarão de recapacitação nos próximos quatro anos. Subitamente, as empresas passaram a precisar de habilidades de pensamento analítico e crítico, criatividade e resolução de problemas complexos, mas, em muitos casos, não conseguem acompanhar as constantes mudanças na demanda por novas habilidades.

As organizações sabem que seus negócios precisam contar com essas habilidades internamente para continuar a ter sucesso no futuro. Muitas vezes, porém, as empresas não têm certeza se possuem recursos humanos com tais habilidades, nem sabem ao certo por que elas são necessárias. Os conceitos de mapeamento de habilidades e de mercados internos são relativamente novos, mas estão ganhando força devido ao surgimento de talentos desconhecidos dentro de empresas.

As expectativas dos funcionários também estão mudando 

Sejamos francos, nossos funcionários não vêm para o trabalho (ou, no caso de hoje em dia, ligam o laptop em casa) e se transformam em pessoas totalmente diferentes. Eles são iguais dentro e fora do trabalho e, quer você goste ou não, estão sendo moldados pelas experiências que vivem fora do trabalho. Esse fato se tornou ainda mais óbvio devido à pandemia de Covid-19 e ao trabalho remoto, quando a divisão entre vida profissional e a pessoal ficou cada vez menos clara.

Isso significa que as interações digitais altamente personalizadas que seus colaboradores vêm vivenciando com marcas fora do trabalho estão influenciando as expectativas que eles têm dentro do local de trabalho, e a área de A&D está tendo muitas dificuldades para acompanhar essa dinâmica. Falando francamente, as velhas maneiras de ensinar estão perdendo credibilidade junto a nossos alunos, minando o envolvimento com o processo de aprendizagem.

Algo precisa mudar.

O engajamento dos funcionários é absolutamente essencial para o sucesso da empresa no futuro 

Funcionários mais felizes e conectados são bons para os negócios. Um estudo da Gallup aponta que organizações com alto nível de engajamento dos funcionários são 22% mais lucrativas e têm uma rotatividade de pessoal significativamente menor quando comparadas a empresas com funcionários pouco engajados (25% e 65%, respectivamente).

Portanto, se você tem colaboradores engajados, é menos provável que saiam da empresa. Isso é ótimo, mas com 46% dos CEOs globais acreditando que recapacitação e retreinamento são as melhores opções para preencher a lacuna de habilidades de suas organizações, as áreas de A&D e RH estão diante de um enorme desafio: além de aprimorar as habilidades dos funcionários, também é preciso se conectar melhor com eles para mantê-los engajados na empresa.

Usando a personalização para obter melhores conexões  

A aprendizagem e o desenvolvimento podem desempenhar um papel focal e essencial no estabelecimento de conexões mais profundas com os funcionários ao longo do tempo. Muitos departamentos de A&D, no entanto, enfrentam os mesmos desafios: nem sempre entendem as necessidades do usuário de forma clara e nem sempre têm a tecnologia e a experiência para atender de forma eficaz às novas demandas e expectativas dos funcionários modernos.

Embora novos conteúdos de aprendizagem possam ajudar você a preencher novas e crescentes lacunas de habilidades, as questões mais complexas surgem quando se trata de apresentar esse conteúdo ao público apropriado. Por isso, é necessário entender melhor quem são nossos funcionários, as habilidades que têm agora, as que precisam hoje e as que vão precisar no futuro, além de tornar nossas intervenções de aprendizagem muito mais relevantes e alinhadas às necessidades de cada indivíduo.

E como fazer isso?

Adote agora a aprendizagem personalizada para ter sucesso no futuro 

É verdade. Nós, profissionais de A&D, temos condições de melhorar nosso desempenho ao criar de experiências segmentadas e mais adequadas para nosso público. Marcas de fora do mundo do ensino já provaram e comprovaram que essa abordagem funciona. Se é assim, por que é tão difícil para a área de A&D adotar essas práticas?

Em primeiro lugar, muitas vezes não temos a tecnologia ou os dados adequados para fazer uma personalização bem-feita. Como já dissemos, é impressionante ver como o nosso conhecimento sobre colaboradores é limitado, mesmo sabendo que, para ser eficiente, uma experiência de aprendizagem personalizada depende de dados de qualidade. Mesmo que não tenha os dados necessários no momento, isso não significa que você não possa obtê-los.

Reúna dados para contextualizar as habilidades

Para adotar uma abordagem mais personalizada para as experiências de aprendizagem, você precisa começar com dados. Recomendamos não apenas aproveitar os dados que você já tem em sua plataforma de aprendizagem, mas explorar outras formas de coletar dados para obter mais insights sobre seus funcionários.

Avalie como desenvolver avaliações de aprendizagem que permitam mapear a compreensão e o entendimento dos colaboradores em relação a assuntos específicos (especialmente em áreas que sabidamente enfrentam lacunas de habilidades). Você pode desenvolver avaliações que ajudem a entender o mapa geral de habilidades de uma pessoa e, assim, literalmente visualizar onde estão as lacunas de habilidades de sua empresa.

Com isso, você será capaz de decidir se precisa requalificar colaboradores ou contratar novos funcionários para preencher essas lacunas, e poderá oferecer um ensino mais adequado e envolvente para cada funcionário, que aprimore conhecimentos em áreas relevantes para a empresa e satisfaça o desejo de uma experiência de aprendizagem mais personalizada.

Aprendizagem programática estruturada para recapacitação

Em muitos casos, e de diversas maneiras, pode ser mais eficaz recapacitar suas equipes em vez de recrutar novos profissionais para a empresa. Se a recapacitação está na ordem do dia para sua empresa em 2021, recomendamos que você explore a aprendizagem programática. Acreditamos que a aprendizagem programática é uma das maneiras mais eficazes de adquirir e reter habilidades novas e complexas. Por quê?

Basicamente, porque ela funciona, especialmente quando se trata das habilidades emergentes acima mencionadas. Sabemos que habilidades complexas não se adquirem de uma hora para outra, por meio de um novo conteúdo de aprendizagem. Nossos colaboradores precisam de tempo para aplicar o que aprenderam, e também podem precisar de estímulo durante algum tempo para continuar a aplicar esse aprendizado.

O desenvolvimento e o lançamento de programas de aprendizagem certamente não é um conceito novo para você. No entanto, essa é uma abordagem altamente confiável quando se trata de recapacitar colaboradores e construir novos comportamentos, porque cria uma experiência de aprendizagem mais consistente e contínua.

Se você realmente pretende obter valor com as experiências de ensino que está desenvolvendo, programas de aprendizagem sofisticados podem ser uma opção viável.

Seu departamento de tecnologia consegue atender as necessidades dos funcionários e da empresa? 

Fundamentalmente, experiências de aprendizagem sofisticadas exigem tecnologia e design de aprendizagem inteligentes. Muitas empresas, como serviços de streaming e comércio eletrônico, usam a tecnologia para permitir o aprendizado personalizado (mesmo que ele seja invisível na maioria das vezes). Da mesma forma, a área de A&D precisa avaliar as capacidades da tecnologia disponível na empresa e avaliar se estão à altura dos desafios de negócios imediatos e das mudanças nas expectativas dos alunos.

E precisamos nos concentrar na eficácia do ensino, porque a lacuna de habilidades está se acelerando em todo o mundo, e a necessidade de um aprendizado escalonável e envolvente nunca foi tão grande. Quando o crescente desafio de recapacitação se une aos desafios do engajamento dos funcionários, começa a guerra por talentos. Evolua ou morra: a única opção é dar uma guinada de 180 graus e mudar a abordagem.

Fique por dentro Inscreva-Se

Cadastre-se já

Por favor, preencha o campo obrigatório.
O número de telefone deve ser um número válido.

Obrigado por se inscrever!

Inscreva-se no nosso blog

Receba as últimas notícias e dicas de especialistas para ajudar você a aproveitar ao máximo sua plataforma de aprendizagem.

Cadastrar